Compartilhar

Como se planejar financeiramente para cuidar dos pais?

Jornadas da Vida - Pais em Casa Por Jornadas da Vida – Pais em Casa
ícone de relógio indicando o tempo de leitura​ 4 min de Leitura
ícone de calendário indicando a data da publicação​ Criado em 01/03/2023 | Atualizado em 01/03/2023

Compartilhar

O envelhecimento do pai e da mãe representa uma inversão de papéis em que filhos precisam assumir a responsabilidade de cuidar dos pais. Essa dinâmica pode ser bastante difícil do lado emocional.

Afinal, antes vistos como aqueles a quem se recorre em busca de cuidado, ajuda e conselho, agora o envelhecimento dos pais impõe diversas limitações que os tornam cada vez mais vulneráveis e dependentes.

Essa dificuldade pode ser ainda maior quando não existe um planejamento financeiro adequado, já que cuidar de pais idosos demanda custos e tempo que os filhos, muitas vezes ainda em idade produtiva, não têm a dispor.

Por isso, vamos compartilhar algumas dicas que vão ajudar você a lidar com esses desafios pelos quais, se tudo correr bem, todos nós vamos passar. Acompanhe.

O que é planejamento financeiro?

Planejamento financeiro é a organização de gastos e receitas da família. Dessa forma, todo dinheiro é direcionado de forma inteligente, definindo objetivos financeiros para cada área da vida.

Por meio desse planejamento, será possível:

  • proporcionar uma maior proteção financeira à família;
  • evitar gastos desnecessários e, com isso, prevenir o endividamento;
  • realizar sonhos.

Mas o que isso tem a ver com cuidar dos pais? É no planejamento financeiro que você inclui seus pais nessa conta. Será possível reservar recursos necessários para ajudá-los e também auxiliá-los na organização financeira.

Como se planejar financeiramente para cuidar dos pais idosos?

cuidar dos pais

Reunimos aqui algumas dicas práticas de finanças que vão ajudar com os cuidados de pais idosos.

Analise seu orçamento

Você não conseguirá ajudar os seus pais se suas próprias finanças não estiverem no eixo. Então, o primeiro passo é montar um orçamento, que nada mais é do que uma estimativa dos gastos e das receitas familiares.

A forma mais prática de fazer essa análise é listar em uma coluna as suas despesas e na outra seus ganhos. A ideia básica é que o que você ganha deve ser maior do que as suas contas a pagar. Se isso não estiver acontecendo, será necessário economizar dinheiro para as suas novas despesas com os pais entrarem nesse orçamento.

Avaliar quanto será preciso

As necessidades dos pais idosos variam bastante. Além dos custos básicos relacionados à alimentação, moradia e vestimenta, as despesas adicionais podem incluir:

  • remédios;
  • planos de saúde e/ou tratamentos médicos;
  • cuidadores;
  • reserva para emergências;
  • transporte.

Em muitos casos, essas despesas podem ser cobertas pela aposentadoria ou por outras fontes de receitas dos pais. Aquilo que não tiver como cobrir, é possível dividir os custos entre você e seus irmãos e irmãs. Isso alivia a tensão financeira em cima de apenas uma família.

Quando ainda assim os custos ainda estiverem pesados, os filhos podem se reunir — junto aos pais idosos, se ainda estiverem em condições — para definir maneiras de reduzir despesas. Uma das formas é indicar um filho com quem possam morar. 

Simplificar a vida financeira sua e de seus pais

Existem diversas maneiras de simplificar as finanças da família, tanto no que diz respeito ao volume gasto, quanto a como são organizadas. Veja só algumas dicas práticas:

  • reduza o número de contas bancárias;
  • montar a conta por meio de aplicativos bancários;
  • automatize os pagamentos por débito automático;
  • tente usar apenas um cartão de crédito para a família;
  • corte despesas supérfluas;
  • elimine dívidas;
  • unifique o registro financeiro em apenas uma planilha;
  • divida responsabilidades com outros familiares.

Como a MAG pode te ajudar nesse sentido?

Escolher um seguro de vida para a terceira idade é uma ótima estratégia para dar suporte ao idoso e à família em momentos de emergência. Por exemplo, em casos de acidentes ou doenças graves (como infarto, câncer ou AVC), a indenização serve como proteção financeira e auxílio para cobrir as despesas do tratamento.

Gostou dessas dicas? Então continue por aqui para entender como cuidar dos pais de outras formas. Descubra quais são os exercícios ideais para quem tem artrose.